1 + 3 || Carta para a Joana



À criança que fui.
Não sei se estás orgulhosa pelo que me tornei. Espero que sim. Fiz por isso, pelo menos. Mais do que ter boas notas e ser aplicada e isto e aquilo, pus sempre o máximo de mim em tudo o que fiz. Não desisti dos sonhos que tinhas. Continuei a dançar. E até fiz o exame de ballet da Royal, o grau VIII. Sei que disto não estavas à espera. Sei que gostavas de conhecer o Mundo. Estou a trabalhar nisso. 
Olha, perdi o medo de cães, mas não de todos, só daqueles em que acho que posso confiar. Lembras-te quando em pequenina adoravas ir às feiras medievais? Lembras-te que havia a Feira Joanina em Guimarães? Agora há a Feira Afonsina. E adivinha. Não perdi o gosto por isto. Isso e o gosto pela fotografia. Posso não fazer nada de jeito, mas não há nada como registar momentos!
Sabes? Continuo apaixonada pela tua cidade, pelo teu clube, pelas tuas tradições. Não mudou nada. Já tirei a carta, orgulha-te - mas não gosto de conduzir -. Tenho aprendido tantas coisas novas. 
Somos iguais a inventar letras de músicas, não duvides. O Natal continua a ser uma das minhas épocas preferidas, e continuo a gostar do frio e da chuva. Custa menos acordar com escuro do que levar com sol na cara. Há coisas que nunca mudam.

Nem sempre vais saber o caminho certo || A vida vai dar-te muitas voltas. Não vais acabar o Mestrado. Mas vais entrar no curso que sempre quiseste. Vais tirar muitas fotografias e amar experimentar rádio. As coisas acontecem por um motivo, ainda que não saibas qual é.

Família vai ser sempre família || Não vais nunca esquecer o que te ensinaram sobre "amigos que são família e família que são amigos". Abraça muito. O amor existe e existe para ser partilhado.

Aprende a gostar de ti || Vais ter mais fotografias tuas. E vais gostar do que vês. Vais gostar daquilo que fazes. Confia mais em ti. E voa.

Não tenhas medo || Receber um não também pode acontecer. E então? Vai. Mesmo que com medo. O pior que pode acontecer é a tua vida ficar exatamente como está. Vais ter medo de muita coisa, mas não serias tão feliz se assim não fosse.

Sem comentários:

Enviar um comentário